CFMV lança edital do 2º ciclo de acreditação dos cursos de Medicina Veterinária

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (2/8), o edital de convocação nº 2, que torna público o processo do 2º ciclo de acreditação dos cursos de graduação em Medicina Veterinária. As instituições de ensino (IES) interessadas devem inscrever seus cursos até 29 de setembro.

O objetivo da acreditação do CFMV é aferir a qualidade dos cursos e tornar transparente a excelência do ensino superior para a sociedade e para as próprias instituições. O selo serve como referência para gestores educacionais, docentes, a sociedade em geral e, sobretudo, para estudantes que buscam cursos com qualidade comprovada.

Por meio do sistema de autoavaliação dos cursos, o projeto de acreditação do Conselho incentiva uma reflexão interna, incluindo corpo docente e discente, para análise dos potenciais de melhorias.

A candidatura dos cursos é voluntária e não substitui o reconhecimento já realizado pelo Ministério da Educação (MEC). Para isso, é preciso preencher formulário de inscrição e termo de compromisso de participação voluntária. Também devem anexar informações comprobatórias e documentos exigidos como requisitos de habilitação.

Dos cursos que se candidatarem voluntariamente, cinco serão selecionados para passar pelo processo de avaliação do CFMV, que é totalmente sigiloso e gratuito, sem cobrança de nenhuma taxa.

Foto Reprodução CFMV.

Critérios

Os critérios para seleção são análise da documentação comprobatória e relatório de autoavaliação do curso. Em caso de empate, o critério será a data de autorização do curso de Medicina Veterinária, dando-se preferência ao mais antigo.

Os requisitos de habilitação para a candidatura dos cursos são:

– ter sido autorizado há, no mínimo, 10 anos;
– ser reconhecido, conforme exigências legais;
– oferecer curso de Medicina Veterinária exclusivamente no período diurno;
– enviar o Relatório da Autoavaliação do curso, incluindo o Projeto Pedagógico do Curso (PPC), Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);
– cumprir o disposto na Resolução CFMV nº 746/2003 sobre a designação de responsável técnico nos cursos de medicina veterinária por parte das instituições de ensino;
– cumprir o disposto no artigo 6º inciso II da Resolução CFMV nº 1.154/2017 sobre constituir e capacitar um comitê de condução da adequação do curso aos requisitos da acreditação.

Como funciona

Após a avaliação in loco dos cursos, realizada por avaliadores experientes sob a gestão da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária (CNEMV) do CFMV, e relatório aprovado pela Plenária do Conselho, o curso que comprovar padrões de qualidade do ensino poderá receber um dos selos: “Acreditado”, com validade de 3 anos para os cursos que obtiverem conceito máximo em pelo menos 80% dos indicadores; e “Acreditado com Excelência”, com validade de 5 anos para os cursos que obtiverem conceito máximo em, pelo menos, 90% dos indicadores.

Para receber a certificação, o curso deve comprovar padrões adequados de ensino, atendendo critérios objetivos aceitos internacionalmente pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) e outros órgãos acreditadores norte-americanos e europeus.

O selo também é um estímulo para o aperfeiçoamento dos programas de ensino da Medicina Veterinária no Brasil, favorecendo a cultura periódica de avaliação como indutor da qualidade, com foco na melhoria contínua das Instituições.

O Sistema Nacional de Acreditação de Cursos de Graduação em Medicina Veterinária foi criado em junho de 2017, por meio da Resolução CFMV 1154/2017.

1º ciclo

No primeiro processo de Acreditação do CFMV, promovido em 2017, 12 cursos se candidataram. Desses, cinco foram selecionados para avaliação, sendo que dois não atingiram a pontuação mínima para serem acreditados. Os outros três cursos de Medicina Veterinária receberam selo de Acreditação com Excelência: Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu; a Universidade Federal de Lavras (Ufla); e a Universidade de São Paulo (USP).

Leia também:

Site de Acreditação

Coordenadora da USP afirma que acreditação dos cursos pelo CFMV é um marco para qualidade do ensino superior no País

Acreditação dos cursos pelo CFMV reflete na valorização do médico veterinário perante o mercado, diz a coordenadora da Unesp

Segundo ciclo de Acreditação dos cursos de Medicina Veterinária começa no final de julho