Seminário de Recursos Genéticos encerra com oficinas ministradas por portugueses

Os profissionais portugueses, Nuno Carolino e Pedro Espadinha, ministraram as oficinas “Desenvolvimento das Raças autóctones em Portugal” e “Desenvolvimento de Raça Alentejana em Portugal”, nesta sexta-feira (24), no auditório do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

As atividades fizeram parte do Seminário Luso Brasileiro de Recursos Genéticos e 4º Encontro da Oficina de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva de Bovinos Curraleiro Pé-Duro, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Pé-Duro (ABCPD), com o apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Piauí (CRMV-PI). O evento tem o objetivo de discutir temas sobre genética e o melhoramento das raças nativas, principalmente do Nordeste, além da evolução e transformações da raça Curraleiro Pé-Duro.

Segundo o presidente Anísio Ferreira Lima Neto, o seminário proporcionou aos participantes uma intensa troca de conhecimento, que permitirá maior avanço econômico e na área de pesquisa para o Piauí.

“Nesses dias de evento oportunizamos a academia momentos de trabalho com os veterinários, zootecnistas, com pesquisadores para promover a geração de pesquisa, cooperação internacional, intercâmbio de conhecimento, entre o que está acontecendo em Portugal, na União Europeia, com o que nós estamos avançando com as raças nativas do Brasil. Se as instituições se unirem, se fortalecermos o papel dos técnicos, com certeza, isso resultará em melhores resultados para os criadores, para a economia rural. Acreditamos ser esse o caminho das instituições: fomentar a união, a aproximação dos criadores, com a pesquisa, transferência, extensão, através dos  profissionais de ciências agrárias”, declarou o presidente.