FISCALIZAÇÃO MAIS RIGOROSA NAS VAQUEJADAS DO PIAUÍ VISA O BEM-ESTAR ANIMAL

O Bem-Estar animal está sendo uma das prioridades nas vaquejadas no Piauí e no ultimo final de semana foi realizada a 2° etapa do circuito da Associação de Vaqueiros Amadores-AVAPI, realizado no parque de exposição Dirceu Arcoverde, privilegiando os cuidados com os animais tanto equinos, como bovinos. Os vaqueiros entram na pista e logo depois que a dupla chega ao final da pista, um veterinário inspeciona os animais e faz uma ligeira avaliação, seguindo um dos critérios da Associação Brasileira de Vaquejada- ABVAQ.

DR. Cleomenes Oliveira falando sobre a importância do Bem-Estar animal.

Isso vem acontecendo desde a primeira etapa com coordenação de veterinários e técnicos veterinários. “A vaquejada tem passado por uma evolução, visando o Bem-estar animal, então o cavalo é uma atleta e precisa ter sua integridade física preservada para que o esporte aconteça de uma forma mais eficiente. Então é um momento de conscientização dos participantes e da sociedade em geral para preservar os animais.” Esclarece DR. Cleomenes Oliveira Mello.

Os vaqueiros estão se adaptando as novas regras da vaquejada, apoiando as mudanças: “Eu acho isso muito favorável não só para a corrida como para os vaqueiros e para os animais. E isso de fato sendo implementado em todas as corridas tem que permanecer, valorizando os animais e a vaquejada em si”, afirma Gustavo Jardim, vaqueiro e empresário de São Luís do Maranhão.

O empresário e vaqueiro Lauro Jardim.

Fotos Galeria: