SEMINÁRIO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA REUNIU MÉDICOS VETERINÁRIOS E ZOOTECNISTAS NO AUDITÓRIO DO SEBRAE

O Seminário de Responsabilidade Técnica (RT) para Médicos Veterinários (MV) e Zootecnistas promovida Conselho Regional de Medicina Veterinária do Piauí (CRMV-PI) no auditório do Sebrae foi iniciado com uma solenidade reunindo autoridades de diversos órgãos para uma auditório praticamente lotado de MV e profissionais da área agropecuária. O presidente do CRMV-PI, José Wellington Dias em sua fala agradeceu a presença de todos e o empenho de todos os presentes para a realização do Seminário.

Presidente do CRMV-PI, José Wellington Dias em sua fala inicial.

Depois da solenidade foi dado inicio as palestras e o primeiro palestrante foi o presidente do CRMV-CE, Dr. Célio Pires que falou sobre a nova forma de RT e o Código de ética dos MV e Zootecnistas, “Esse RT ele como o próprio nome diz é responsável pela qualidade do serviço ou do produto que sai das empresas”, Dr. Célio destacou ainda a relevância do Seminário, “É um evento de extrema importância e creio que fazer ser um marco no conselho do Piauí para a fiscalização do exercício profissional”, finalizou. Na sequencia das palestras, Dr. Rodrigo Macambira demonstrou como é maneira correta do que se referem a gerenciamento de hospitais, clínicas e ambulatórios veterinários, “Hoje a grande demanda do mercado brasileiro é o mundo de pequenos animais (Pet) e levando em consideração essa demanda foi criada uma legislação que abrange esse mundo Pet, mostrando como funciona essa legislação dentro das suas normas e diretrizes”, esclareceu Dr. Rodrigo Macambira.

Presidente do CRMV-CE, Dr. Célio Pires.
Dr. Rodrigo Macambira, Veterinário da Clinica Vetmed e do Centro Diagnostico Veterinário.

Dando continuidade ao Seminário de Responsabilidade Técnica o Dr. Isaac Neto, professor da Universidade Estadual do Ceará-UECE, pontuou sobre os profissionais que trabalha nos ambulatórios, “Esclarece um pouco sobre como é o RT dentro do ambulatório, mais afundo do patologista que é responsável dentro do local”, relatou Dr. Isaac. Falando de um tema bastante relevante, Dr. José Maria Filho, tesoureiro do CRMV-CE, colocou em discussão sobre a RT em matadouros e abatedouros nas cidades, principalmente nas dificuldades desses estabelecimentos funcionarem, “Vemos que hoje as administrações públicas não têm interesse em investir nos matadouros e isso acaba dificultando os trabalhos de inspeção, como consequência atrapalha os serviços dos profissionais MV”, enfatizou Dr. José Maria.

Dr. José Maria Filho, tesoureiro do CRMV-CE.
Dr. Isaac Neto, professor da Universidade Estadual do Ceará-UECE.

Com o número crescente de eventos agropecuários, Dr. Caroline Guimaraes, que é conselheira do CRMV-PI e trabalha na Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI), colocou em pauta as normas e os procedimentos que os MV tem que seguir para garantir a legalidade e a seguranças dos eventos agropecuários, “Os profissionais devem está atentos a todos os procedimentos: sanidade, área dos animais, condições logísticas, transporte, tudo o que rodeia um evento agropecuária”, esclarece Dr. Caroline Guimarães. No encerramento do Seminário, aconteceu uma mesa redonda de debates onde houve possibilitaram de todos os presentes fizessem perguntas paras os palestrantes, esclarecendo dúvidas e também fazendo ponderações.

Dr. Caroline Guimarães. conselheira do CRMV-PI e trabalha na Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI)
Debate encerrou a Seminário de Responsabilidade Técnica.

Fotos Galeria: